Primeiros Passos para se Tornar Italiano

Um belo dia você decide mudar de vida, recomeçar do zero e arriscar a realização daquele sonho de morar fora do país. Sabendo de todas as exigências e dificuldades na hora de conseguir um visto, ou a enorme quantidade de dinheiro que precisa-se ter para fazer um intercâmbio – ou até uma universidade no exterior -, você decide ir atrás daquele passaporte que abriria muitas portas para você: o passaporte europeu.

Muitas pessoas entram em contato com a Gobbi Consultoria exatamente nesse momento: a tomada da decisão. E a primeira pergunta é a famosa: Gostaria de saber se tenho direito à Cidadania Italiana.

Para acabar de vez com a dúvida, leia esse post até o final e guarde-o para ser seu guia.

Jure Sanguinis

Esse nome estranho aí de cima é o que te dá o direito à cidadania italiana, caso você tenha algum parente italiano. O lado bom da cidadania italiana, e que quase ninguém sabe, é que não existe limite de parentesco, desde que seu antepassado italiano tenha nascido na Itália depois de 1861, que foi quando foi criada a lei sobre passar a cidadania por direito sanguíneo.

Ou seja, o primeiro passo para saber se você tem o direito em se tornar um italiano, é investigar se você tem algum parente italiano. Começar perguntando para todos os seus familiares já é um bom começo. Lembre-se: pode ser avô, bisavô, tataravô e por aí vai. Atente-se ao sobrenome de sua árvore genealógica: se tiver algum sobrenome italiano, as chances de você ser descendente de um, aumentam mais ainda.

Se surgir mais que um parentesco italiano, foque-se no seu antepassado mais próximo de ti. Caso ambos sejam da mesma geração, dê preferência ao seu antepassado masculino, afinal mulheres nascidas antes de 1947 não possuiam o direito Jure Sanguinis e a aquisação da cidadania italiana para esses casos é um pouco mais demorada. Clique aqui para ler sobre a Cidadania por Via Materna.

Oba! Sou descendente de italiano, e agora?!

Depois de descobrir que você tem algum antepassado italiano, agora você precisa provar que ele é mesmo da sua família. Você vai conseguir fazer isso com todas as certidões existentes de nascimento, casamento e óbito do seu antepassado até chegar em você.

Quer uma dica? A maneira mais fácil é você começar de você até o seu parente. Afinal, nas certidões brasileiras sempre temos as informações dos nossos pais e às vezes até avós. Normalmente nessas certidões vem anotado aonde essas pessoas estão registradas e por aí vai. A sua busca daí por diante será em cartórios brasileiros para conseguir unir todas as documentações até chegar no seu antepassado italiano.

Clique aqui e leia nosso post especial sobre a documentação necessária.

E depois que juntei todas as certidões brasileiras?

Depois de conseguir todas as certidões brasileiras é hora do momento mais difícil: encontrar a certidão do seu parente italiano diretamente na Itália. Essa hora é a mais difícil, porque normalmente as informações das certidões não são tão exatas quando se trata da cidade onde a pessoa nasceu. Normalmente eles usam o nome da região como o nome da cidade natal. Por exemplo, é bem comum uma pessoa que nasceu em Lazzaro, na Calábria, estar registrada como nascida na Reggio Calábria. Ou que uma pessoa que nasceu em Benevento, estar registrada que nasceu em Nápoles.

Para conseguir resolver esse problema, o trabalho vai ser um pouco maior. Você pode entrar em contato conosco, que buscamos o documento para você ou você pode tentar fazer por conta. Se a segunda opção for a sua escolha, você precisará de uma lista de todos os comunes da região do seu parente italiano e deverá enviar um e-mail (em italiano) para todos. As vezes esse número pode chegar próximo ao 200, mas se você enviar para todos, certamente você vai encontrar em qual comune está o registro de nascimento do seu parente.

Encontrei todos os documentos, até os italianos. Qual o próximo passo?

Agora sim é hora de entrar em contato conosco. Nós iremos analisar seus documentos gratuitamente e te guiaremos nos próximos passos até você se tornar um cidadão italiano.

Mas se você conseguiu chegar até aqui, significa que o mais difícil você já conseguiu: unir todas as certidões. Daí pra frente o processo é mais lento, porém é certeiro. Pode demorar, mas não irá falhar em você ter a sua tão sonhada cidadania italiana em mãos.

Você ainda tem dúvidas? Seu caso é especial?
Não tem problema! Entre em contato conosco que teremos o prazer em te ajudar.

Comente

Comentário(s)