10 motivos para você se tornar um cidadão europeu

Uma boa parte dos brasileiros tem direito à cidadania européia e ainda nem sabem. As cidadanias mais fáceis e populares de se obter são a italiana e a portuguesa, pois não é necessariamente passada de pai para filho, podendo pular gerações para a obtenção da mesma. Por exemplo, se seu bisavó era italiano, não é obrigatório que seu avô e seu pai também sejam italianos para que você consiga sua cidadania italiana, ela pode ir do seu bisavô direto pra você. E se você não sabe muito bem quais as vantagens em ser um cidadão europeu, aqui vão os 10 motivos principais:

1 – Você pode morar em mais de 28 países sem a necessidade de obtenção de visto!
Pois é, todos os países membros da União Européia e do acordo Schengen, possuem um acordo onde todos os cidadãos europeus podem morar e trabalhar em qualquer um dos países membros sem a necessidade de visto ou de autorização para tal. Ou seja, se a economia não está muito boa em um país, você pode mudar-se para outro sem grandes burocracias.

2 – A Europa tem uma qualidade de vida superior à do Brasil.
Mesmo os países mais pobres europeus tem sistemas de saúde e ensinos superiores ao brasileiro. Se você ainda levar em conta a segurança pública, podemos dizer até que a Europa é o paraíso ao comparado com os países sul-americanos. Além do mais, ainda existem muitos países europeus com bolsas de incentivo financeiro para estudantes europeus, o que torna mais fácil ainda a obtenção de um diploma internacional.

3 – Mobilidade: acordar em Munique e jantar em Paris.
Parece coisa de filme, mas isso é verdade: você pode sim acordar em um país e jantar em outro. Além da Europa inteira ser conectada por malhas ferroviárias imensas, existem também outros meios de transportes bons e baratos além dos trens: ônibus, companhias aéreas de baixo custo, carona (sim, é muito popular na Europa e muito seguro também!) e também o aluguel de veículos por uma diária muito baixa. O sonho de um ano sabático pela Europa pode ser mais tranquilo do que você sempre imaginou.

4 – A vida ativa fora do escritório.
Para quem é de São Paulo, esse motivo vai parecer um sonho distante: poder sair do escritório em um horário decente e ainda fazer um Yoga num parque, praticar um jogging ao ar livre ou até mesmo deitar em um gramado e ler um bom livro. Essas práticas são muito comuns nos principais países europeus, já que as regras de horário de trabalho são bem rígidas. Saber que existe sim vida fora do escritório durante a semana é algo incrível e parece ser surreal.

5 – Comprar tudo a um preço justo.
Desde uma simples compra no supermercado até o último lançamento de smartphone do mercado. Na Europa os preços são justíssimos e dá uma satisfação enorme em saber que estamos pagando honestamente por um produto. Enquanto no Brasil temos que encarar valores altíssimos até pra dar uma renovada no guarda roupas, na Europa se faz muito com pouco dinheiro. Até para mobiliar a casa sai baratinho.

6 – Ausência de necessidade de um visto para visitar muitos países.
Assim como o brasileiro não necessita de visto para passar até 3 meses na Europa, o europeu tem essa regalia também com muitos outros países, até mesmo com os Estados Unidos. Ou seja, para visitar a Disney ou fazer aquelas comprinhas em Miami, você nunca mais vai precisar esperar semanas até conseguir um agendamento no consulado americano e ainda ter o perigo de ter o seu visto negado.

7 – Mais emprego e menos sub-empregos.
Enquanto no Brasil temos um preconceito automático com alguns tipos de empregos e os chamamos até de sub-emprego com um tom desmerecedor, na Europa qualquer emprego tem seu valor e todos são tratados iguais. Aliás, os salários são todos muito parecidos, fazendo com que as diferenças de classes sociais sejam quase nulas. A empregada doméstica e o dono de uma multinacional são vistos com os mesmos olhos por todos e tratados da mesma maneira. Ambos tem seu valor e um precisa do outro.

8 – Sem medo de ficar ilegal na Europa.
Sair do Brasil para passar férias em Londres e quando menos perceber já estar morando por lá há 1 ano sem visto, só com muita fé de que tudo vai dar certo. Essa é a realidade de um enorme número de brasileiros que vivem ilegal por toda a Europa, trabalhando em condições precárias, recebendo pouco e não podendo exercer seus direitos de cidadão. O pior é que muitas dessas pessoas tem o direito à cidadania italiana e nem sabem. Portanto, com o passaporte europeu, você nunca mais estará ilegal na Europa. Se você vier passear na Europa e decidir ficar, não terá nenhuma dor de cabeça.

9 – Passar a cidadania européia pros seus filhos e netos.
Mesmo se você não quiser morar fora da Brasil, afinal você já está com uma vida estável e uma carreira brilhante, você pode passar esse sonho pra frente. A cidadania européia é passada de pai pra filho, ou seja, você vai deixar seus filhos e netos optarem se querem ou não morar no Brasil.

10 – O simples fato em ter Dupla Cidadania.
Ser mais que brasileiro e ser mais que europeu. Ter posse de um passaporte vermelho pode te abrir mais portas do que você pode imaginar. São mais que 10 motivos, são mais que 20 motivos. E além de tudo é uma realização pessoal. Se tornar um cidadão europeu é abrir um leque de opções.

Se você não sabe se tem o direito à cidadania italiana, entre em contato conosco!
A Gobbi Consultoria cuida de toda a burocracia pra você. E assim você pode ter acesso a tudo isso, muito mais rápido do que você imaginava.

Comente

Comentário(s)